22

abril 2016

plantas3

Hoje eu vou compartilhar as minhas experiências com as plantinhas que escolhi para o apê, e que vão compor os espaços que estamos projetando desde já. Nossa ideia é ter uma casa bem tropical nesse ponto, cheio de plantinhas penduradas ao longo da casa e vasinhos espalhados por aí. A gente acredita que o verde melhora a sensação térmica da casa, além de ter diversos benefícios para quem tem problema respiratório (eu!).

plantaslindas

Eu tenho uma coisa muito simbólica com a minha casa e decidi ir comprando as plantas aos pouquinhos, para ir cuidado e fazendo crescer da mesma forma que eu estou gestando essa coisa da mudança. Acho que isso faz toda diferença, porque vamos criando um laço com elas. Eu sou daquelas dedinho meio verde, acredito que as plantas tem uma relação conosco e por isso eu converso com elas, me dedico. Acho que por isso elas tem crescido sempre lindas. Não é só técnica, mas energia.

Por isso queria compartilhar com vocês a história da escolha de cada uma das espécies que estamos cultivando. Ao todo são 10 no momento, mas com indicação de outras duas:

  1. A primeira, a samambaia: Essa bonita foi comprada quando estávamos no apê63b antes de sabermos da mudança. Eu trouxe ela comigo e desde então passamos poucas e boas. Ela morreu e ressuscitou algumas vezes e agora ela tá linda, toda verdinha e crescendo de novo. Eu demorei para entender como ela funciona. Precisa de luz natural, mas não pode ter vento nem sol direto porque se não queima as folhas. Ela tem 2 anos, e ainda não replantei. Vou manter ela nesse tamanho pelo tempo que der. A ideia é que ela fique na estante do escritório.
  2. As suculentas: comecei a comprar suculentas de forma aleatória no meio do ano passado. Todas morreram, exceto essa do vaso branquinho à direita da foto. Ela sobreviveu meses à fim e eu não faço ideia do porque. Ainda não sei cuidar de suculentas, acho elas temperamentais. Mas decidi comprar várias duas semanas atrás e montei nesse vasinho horizontal aí do centro. Vamos ver se dura. Elas vão para a cozinha.
  3. peperomia scandens: essa primeira à esquerda na foto, é a minha queridinha. As folhas tem formato de coração e uma cor verde clara que eu amo. Comprei há 8 meses e ela tem crescido firme e forte. Não necessita de grandes cuidados. Só sinto que chegou a hora de replantar, e estamos ensaiando de ir no garden comprar um vaso adequado. A ideia é deixar ela no banheiro.
  4. chamaedora elegans: que nome poderoso né? A palmeira da parte de trás da foto à direita, foi comprar também no meio de 2015 e está viva e linda desde então. Ela vai para o meu escritório e nossa intenção é replantar para um vaso maior para ela crescer. Vai para o escritório.
  5. A famosinha jibóia: essa plantinha danada tá super em alta e eu decidi comprar para ver se vai durar. Comprei a duas semanas atrás e até agora ela está ok. A ideia é deixar ela crescer e replantar em um vaso maior. Vai para a varanda.
  6. a samambaia crespa: sou a louca da samambaia e tenho outro tipo,a crespa. Comprei ela em um vaso que cabia em uma mão, e hoje ela está em um vaso médio. Está crescendo super linda, um arraso. Vai para varanda.
  7. orquídea roxa: ganhei uma orquídea rosa do bruno em abril do ano passado e a folhagem da bichinha sobreviveu. E qual não foi meu espanto quando em abril desse ano começou a abrir um galho? Não floresceu, mas tá nascendo um galho novo, mesmo sem cuidado algum. Não sou fã de orquídea, mas vou levar essa para varanda. Vamos ver se nasce flor.
  8. cactos: compramos cactos no último dia do mortos e os bichinho tão tudo vivo e crescendo de forma assustadora. Queremos colocar no banheiro e acho que vai ficar bacana.
  9. fitônia: comprei essa fitônia no meio do ano passado bem pequena e plantei em um vasinho maior. Ela tá enorme e semana passada passei ela para um vaso grande. Tá linda. Vai para cozinha e varanda (vou dividir em 2 vasos).
  10. planta do natal: O MEU ORGULHO MAIOR, porque tô cuidando dela há 3 anos e ela só cresce e fica linda. A gente comprou no natal de 2013 sem dar muito crédito nela, só porque tinha as folhas vermelhinhas. Em 2014 ela estava nesse vasinho, e em 2015 ela foi eleita nossa árvore de natal! Ela estava peladinha porque caiu todas as folhas, mas agora ela tá enorme (+ de 1 metro) e com a folhagem verde linda (como dá pra ver nessa foto). Estamos precisando colocar em um vaso maior para ela crescer mais. Vai para varanda.

o meu segundo fracasso: a amoreira

Além das suculentas que eu consigo matar, o pé de amora que a gente tentou salvar a todo custo faleceu no mês passado. Ela sobreviveu a cada coisa, mas um dia do nada ela morreu. Uma vez ela pegou infestação de cochonilla que eu resolvi rapidinho queimando todas elas com óleo. Muita gente vai criticar a maldade que eu fiz com os bichinhos, mas depois de passar o dia todo catando uma maldita atrás da outras e matando esmagada, decidi tacar óleo e colocar a planta no sol. MORREU TUDO QUEIMADO. Me sinto péssima, mas né, é a vida. Elas estavam matando a planta e eu gostava + dela do que do bicho.

A questão é que o pé de amora viveu. Caiu todas as folhas e renasceu linda linda. Mas como nos últimos 2 anos, ela ficava linda por algumas semanas e depois morria. Morria e renascia, sem a gente saber o porque. Até o dia que morreu de vez, e daí a gente descobriu a causa. Quando tirei a raiz morta do vaso, percebi que ela estava enrolada em um isopor trevoso que não faço ideia de como foi parar ali. A gente acha que veio no vaso (que foi dado por um amigo com a muda da amora já plantada) e não tinha mesmo como ela crescer e dar fruto, porque a raiz estava toda enrolada no isopor. Muito triste, devíamos ter trocado de vaso quando ela morreu na primeira vez. Mas fica a experiência. Por hora não quero nada frutífero, porque nossa, como foi trabalhoso manter os gatos longe dessa planta.

os meus novos projetos

Agora que eu tô mais expert nessas coisas de planta, decidi começar um projeto ambicioso de cultivo de algumas plantas que tem no quintal dos meus pais. A primeira escolhida é a da foto de capa do post, a cheflera pequena, mais conhecida como planta guarda chuva.

Essa planta super tropical cresceu em uma lata de tinta que minha avó plantou há uns 10 anos. A bicha tá tão grande que rompeu a lata e a raiz tá exposta no chão. É a coisa mais linda. Como ninguém aqui em casa cuida, pretendo rouba-la para mim, plantando em um vaso grande para ir para a varanda do apê. É uma coisa ambiciosa porque todo cultivo desse tipo é cuidadoso, requer pegar um galho, esperar criar raiz e replantar. Como é algo resistente e comum ao clima de São Paulo, acho que vai dar certo. Vai ficar linda ao lado da planta de natal na varanda. Dois arbustos do amor.

Além disso, estou cultivando erva daninha. Tem umas lindas rasteiras que cresceram na quintal dos meus pais e estou tentando cultivar. Vamos ver se vai dar certo.

Também quero escolher 2 pendentes para quarto e sala do apto novo. Anda não sei quais e estou estudando as opções. Quando fizer a escolha volto para contar para vocês. Por hora vou me dedicar aos cultivos que já tenho e esses novos projetos em andamento.

Queria dizer também que todas as plantas foram compradas em supermercado como o extra na sessão promoção. Peguei a maioria naquele estado de (quase indo para o lixo), porque além de não custarem mais que R$10,00 eu gosto do desafio de salvar plantas. Acho uma coisa rica. É importante dizer isso porque muita gente acha que aquelas plantas não duram nada que é coisa descartável, mas gente não é. sabendo cuidar, tudo renasce, quase tudo vive (menos a tulipa, pq aqui não é a suíça).

E é isso por hora. Espero que gostem desse post cheio de emoção apresentando procês as minhas filhotas verdes. Vocês não sabem o quanto é uma superação para mim cuidar dessas belezocas, porque cresci com pavor de entrar em mato com medo de lagartas (especificamente a mandruvá, que tenho pânico). Eu sempre fico com medo quando mexo em coisa verde e tô superando quando comecei a cuidar das plantas. Uma verdadeira terapia. Uma cura interior, re-conexão com a natureza que me foi tirada desde o dia que comecei a ter medo de lagarta. Recomendo a todos.

Mas e você, qual a sua relação com as plantinhas? você cultiva alguma coisa? não deixe de me contar! Vou adorar trocar dicas de jardinagem contigo 🙂


Escrito por
Jess

Como fazer uma coroa de folhas para o outono
O outono começou e com ele aquela vontade de decorar a casa para essa estação aconchegante! Tons terrosos, mantas quentinhas, galhos secos... uma infinidade de opções para deixar a casa com uma cara mais rústica e sazonal. O post de hoje é sobre uma peça que fiz para a decoração de outono lá do aptox, essa linda coroa de folhas secas que não poderia ser mais a cara da estação! Os materiais não poderiam ser (...)



Deixe seu comentário! Vamos adorar ler sua opinião :)





Oi, Gostei muito do seu blog. Também estou vivendo um momento de inteira paixao por plantas. Comprei geranios, suculentas e aos poucos estou fazendo o meu jardim na varanda do meu quarto. Nao sou expert no assunto, mas tudo o que eu quero saber sobre plantinhas eu busco aqui na internet. Anotei tudo em um caderninho e sigo da melhor forma possivel. As suculentas sao as minhas preferidas, também estou fazendo pequenos arranjos com diversos tipos. Nao sei o motivo das suas nao terem durado muito, mas elas sao de facil cultivo, pois nao precisam de muitas atençoes, basta ter terreno de boa drenagem e nao devem ser muito regadas. Também se pode fazer como um terrario, em cachepos de vidro com pouca terra, pedrinhas etc… Na internet tem muitos sites que ensinam passo a passo, inclusive com videos.

Jess

fico feliz que tenha gostado do meu espacinho 🙂
obrigada pelas dicas. Eu preciso mesmo começar a pesquisar mais sobre as suculentas, porque tem sido a minha maior dificuldade.

Plantinhas lindas!
Eu tinha comentado na tua outra postagem sobre a presença do verde, e que presença linda!
Quero colocar mais no meu apê também, quero plantas maiores 😀 ehhehe
E quero algumas suculentas. Tive algumas, alguns cactos também… Mas minha gata dava mordidinhas neles, e eles morreram 🙁
Por enquanto, tenho uma planta de chá que não sei o nome, cebolinha pequena, manjericão, hortelã e alecrim 😀

Jess

nossa que bad né?
as minhas não comeram ainda porque elas ficam em outro espaço longe das plantas. mas no apê elas vão ficar soltas dai não sei o que vou fazer.

ameeeei suas folhagens!
Quero muito ter uma samambaia para o Ap, elas se desenvolvem bem em apartamentos né?

Jess

sim! ela se adaptou melhor ao apto do que quando nos mudamos para uma casa. Quando voltarmos ela deve crescer melhor.

Meus cactuzinhos são todos do extra, também. Pego como você, quase batendo as botas. Eu e minha mãe gostamos de propaga-los. É uma emoção ver uma mudinha nascendo e se nutrindo de uma folhinha morta. <3

Jess

é umas das MELHORES sensações do mundo 🙂

Eu amo plantas mais ainda não consegui ter as minhas. Na verdade, tenho tudo para plantá-las mas não consegui ainda. Gostei muito das suas porque elas estão com cara de bem cuidada, sabe, e eu super acredito em cuidar delas e que isso contribui para o crescimento delas.

beijos
http://oladobeldavida.wordpress.com/

Jess

tento cuidar sempre com mto amor 🙂